#BMBlog

#BMBlog

Slider

O mercado tem se tornado cada vez mais competitivo, e isso é válido para praticamente todos os segmentos. Produtividade é algo a ser almejado por todas as empresas, independente do tamanho da organização, e pode ser o diferencial competitivo que a sua empresa precisa.

Não é exagero dizer que, ao adotar processos manuais e antigos, uma empresa pode perder muito tempo com questões burocráticas e afetar o desempenho em todos os setores.

Um ERP, ou Sistema de Gestão Empresarial, pode resolver várias questões relacionadas à produtividade na empresa, uma vez que unifica as informações e dispõe da tecnologia para eliminar erros. Confira!

O que é um ERP?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, e se trata de um sistema de gestão que integra todos os dados da sua empresa, coletando, armazenando, centralizando e distribuindo as informações de vários setores.

Geralmente um ERP opera em módulos personalizáveis. Cada setor de uma organização terá acesso a um módulo específico do ERP, como por exemplo, os módulos de RH, financeiro e produção. Deste modo, os responsáveis inserem as informações dentro do ERP, e os módulos conversam entre si partilhando as informações, tornando possível outro setor conferir a informação (desde que tenha acesso permitido).

Como um ERP pode aumentar a produtividade da empresa?

Sabendo do que se trata um ERP, é hora de entender como esse sistema pode auxiliar sua empresa a alcançar melhores resultados. Veja os principais pontos de melhoria ao utilizar um ERP:

Automatização de processos manuais

Processos manuais demandam tempo da equipe, e podem gerar retrabalhos e estresse. Muitas dessas tarefas são repetitivas, e podem ser automatizadas a partir de um ERP. Ainda, com a centralização das informações, não será preciso compartilhar dados via planilhas (que devem ser atualizadas constantemente) ou papéis.

Para saber se determinado processo da sua empresa pode ser automatizado com um ERP, o ideal é entrar em contato com uma Consultoria em ERP especializada. Mesmo se não existir um módulo personalizável, uma consultoria pode indicar até softwares que se integram ao ERP para automatizar processos.

Até mesmo em tarefas que não podem ser “robotizadas”, como na criação de estratégias para adquirir novos clientes, os dados que um ERP traz de forma instantânea ajuda a compor o panorama da empresa, e pode mostrar o caminho que deve ser traçado.

Comunicação entre setores

Uma vez que os dados estão centralizados no ERP, é fácil ter acesso a eles sem precisar recorrer a telefonemas internos ou sair de um setor para ir até outro com frequência. Além disso, é possível criar dentro do ERP vários gatilhos que podem manter sua empresa sempre em funcionamento, sem gargalos ou problemas.

Para entender, imagine que você é gestor de uma empresa que fabrica motores. A partir de um ERP você consegue ter uma visão geral de todas as máquinas que estão trabalhando, quais estão paradas ou em setup, e quais estão com problemas sendo reparados em tempo real. Com apenas um clique você pode ter acesso às informações sobre a produção da máquina, o nome do operador, e o plano de produção da peça sendo produzida ali.

Agora, com todos estes dados, é possível ver também quantas daquelas peças já estão em estoque, e fazer a projeção de vendas, para montar o plano de produção do mês seguinte. A partir disso, o setor de compras tem acesso aos dados de estoque e calcula se é necessário fazer pedido para mais matéria-prima.

É claro, o modo com que cada empresa pode trabalhar com um ERP é diferente, e os módulos são personalizáveis conforme suas necessidades. O ponto aqui é: com um ERP, é fácil saber o que está acontecendo, e assim, criar fluxos de trabalho consistentes e que promovem a produtividade, sem estressar os funcionários.

Mais produtividade e menos estresse

Com todas essas melhorias, a organização dos setores é facilitada, e o ambiente como um todo se torna mais agradável.

Sem a pressão de fazer várias tarefas repetitivas e manuais em tempo hábil de cumprir outras tarefas mais importantes, o estresse diminui, e as chances de erros também. A automatização pode ser a principal aliada para implementar outros métodos de produtividade eficazes, sendo um dos mais famosos a Técnica de Pomodoro:

  • Técnica de Pomodoro: desenvolvida pelo italiano Francesco Cirillo, no final dos anos 80, essa técnica consiste em dividir o trabalho em blocos e com pausas para descanso entre eles.

Na prática, deve-se fazer uma lista com todas as tarefas que serão desempenhadas durante o dia, e depois dividir seu tempo em períodos de 25 minutos. A cada 25 minutos de tarefas ininterruptas, é preciso fazer um descanso de 5 minutos, e a cada 4 blocos de tempo, fazer uma pausa maior, que pode ser de 15 a 30 minutos.

Este método ajuda a controlar o tempo de trabalho e também evitar o estresse.

Gostou do conteúdo? Agora que você viu os benefícios do ERP para aumentar a produtividade da sua empresa, veja como a BMTec pode ser sua parceira em consultoria nos ERPs Protheus e RM

Abraços,

LEIA NOSSOS OUTROS ARTIGOS

FALE CONOSCO

Queremos ouvir você e apresentar o diferencial de contar com a consultoria BM TEC

« AVISO LEGAL »

Protheus , RM e Totvs são produtos e marcas registradas e de propriedade da Totvs S/A.

A BM Tec é uma empresa de consultoria independente que não possui vínculo comercial ou de parceria com a TOTVS.

Protheus , RM e Totvs são produtos e marcas registradas e de propriedade da Totvs S/A.

A BM Tec é uma empresa de consultoria independente que não possui vínculo comercial ou de parceria com a TOTVS.